segunda-feira, 14 de março de 2011

FOI MAU...MAU...

Enquanto os alunos desenvolviam, em grupos, análise e interpretação de um texto-conteúdo de História da Educação sobre a educação tradicionalista e as bases da educação na Grécia, na Índia, na antiga Mesopotâmia (onde hoje é o Iraque) o professor viajava um pouco no tempo, retornando para as primeiras horas daquela 2ª feira pós-carnaval. Acompanhado de seus filhos que iam para as suas escolas, o que mais se ouvia no ônibus, por parte dos alunos que ocupavam aquele meio de transporte nada tinha a ver com os desastres naturais que assolaram o Japão. Triste perceber, que reality show, Beija-flor, Vai-vai são mais importantes que milhares de mortos, um sem-número de desaparecidos, um país completamente destruído.
Desta vez "o rei não está nu"! Foi visto na Estrada de Santos à mil por hora num tremendo calhambeque, com a sua "amada amante" indo, talvez para o "meu pequeno Cachoeiro", cantarolando "meu querido, meu velho, meu amigo". Percebia-se que ele estava feliz como um "Beija-flor", sugando o néctar das flores da vida.
O lugar onde desemboca essa estrada (lá em São Paulo) um outro personagem do mundo da música (um pouco mais erudito, é verdade!), regia as lágrimas que saltavam de seus olhos como notas musicais. Vai-vai maestro, mostrar aos deprimidos, vencidos pelos reveses da vida, que não se deve prostrar tão facilmente diante de um reles obstáculo!
Coisas do cotidiano de um país que para diante de uma das mais populares festas no mundo. Coisas de um povo que vibra, e, insistentemente, fica ligando para os 0300, visando eliminar um chato de galocha que não atendia aos apelos de uma mulher doidinha pelos seus beijos e pelo "ocultismo do edredom". Desta vez foi Maumau ou desta vez foi mal?
Em pleno carnaval, na efervescência das eliminações dos "brother´s" (sic!), entre lágrimas do rei e a emoção do maestro, justamente nesses inesquecíveis momentos tinha que acontecer o mais devastador terremoto e a mais cruel das tsunamis, as mais terríveis explosões nas usinas nucleares no Japão?
Foi mal ou foi Mau-mau? O que vale mais na cabeça de alguns de nossos jovens: os milhares de mortos e um dos piores desastres naturais do mundo ou a eliminação de Mau-mau e as caras e bocas da famigerada Maria?
Desculpas, mas foi mal!!!!

Técnicas de elaboração de artigo científico

Postagens populares