quinta-feira, 25 de novembro de 2010

ESTAMOS A UM PASSO DO PARAÍSO

Estamos a um passo do paraíso, mas antes temos que passar por um UMBRAL, que pode ser presságios de boas novas ou puro estresse. Contextualizando a essência desse discurso ou, trocando em miúdos, reafirmamos que o fim do ano letivo já é uma realidade, mas ainda temos que passar pelo CoC final. E aí é uma choradeira sem tamanho por parte dos alunos que, fatalmente, ficarão reprovados e idas e vindas de pais e responsáveis, que, raríssimas vezes ou nunca compareceram à escola quando esta os convocava para as reuniões. Alunos que brincaram o tempo todo, mesmo sendo orientados por profissionais no sentido de que buscassem outros caminhos, demonstraram não ter aprendido a lição como deveriam. Fala-se muito em construções de cidadania, de autonomia, de conhecimentos. O aluno construiu sua reprovação paulatinamente, quando não se permitiu ser cidadão, ter autonomia e construir conhecimentos. Não foi não ter aprendido a Equação de 1º ou 2º graus, escrever uma redação usando os princípios básicos das ortografia e gramática brasileiras, a importância de um tiro no coração de um presidente brasileiro, para a nossa sociedade entre tantos outros conteúdos programáticos das diversas disciplinas, que compõem a matriz curricular de um curso, que o aluno se reprova. Ao contrário, isso acontece, quando o "cidadão" se ausenta, deixando também para trás por um caminho mal traçado a sua autonomia e a oportunidade de ter construído uma sólida base de conhecimento, que ficaria para a vida toda... e tudo isso perdido em um ano letivo!
Mas, ainda tem o Conselho Final. Será que essa organização escolar retificará ou ratificará tal situação?

Técnicas de elaboração de artigo científico

Postagens populares